terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Menininho Antissocial.

Levo o Lucas em terapias desde os 2 anos de idade. No início, quando eu ainda não dirigia (sim... tenho vergonha de admitir isso!) minha mãe que ia comigo.


Enfim criei vergonha na cara e tirei minha carta. Minha companheira de aventuras motorísticas nessa época era a Dri (a mesma do blog pondo ordem na casa). E como nos divertíamos! Tardes pela Av. Goiás e Dom Pedro II inesquecíveis!! Rir era nosso passatempo, na época ela tinha 13, eu já estava com 23, mas me sentia com 10, então tava tudo em casa!!


Mas vamos ao ponto, chega de nostalgia.


Certa vez, estávamos saindo da clínica da psicóloga do Lucas quando encontramos uma mãe, que já era nossa amiga, entrando com o filho que se tratava lá. Nesse dia ela vinha acompanhada da filha mais velha.


Eis que paro pra conversar com a mãe e a filha tenta se aproximar do Lucas. O Lucas se encontrava no auge do "não chegue perto de mim", muito comum em autistas. Aí a garota me lança a pérola:


"Que menininho antissocial!!"


HELLOOOOO!! Ele é autistaaaa!! Antissocial Defineeee!! Ou você pensa que ele está em tratamento porque eu gosto de vir passear por aqui?!


Tá... Não falei nada disso. Só olhei pra menina horrorizada. E a Dri ficou com uma cara de "cêcheroucocôminina?"


Rimos disso até hoje!


Lucas de novo! Tenho um plano, perceberam?! Amor na certa!!

2 comentários:

Adriele disse...

nossaaaaaa.. que pequeninho!!!!!
ou, vc podia falar q eu sou sua irma tb, neh?

Albalena disse...

Adriele reclamona!

Gentemmmm A ADRIELE É MINHA IRMÃ!! ¬¬'